O quão longe a natureza não está!

virada-sustentavel-2016-plante-amor

Você sabia que vivemos em uma “ilha”?

Pois é, o planeta Terra é uma “ilha” e todos nós estamos de certa forma confinados a viver nele.  Já parou para pensar no quanto as nossas ações influenciam no andamento das coisas por aqui?

Nesse último final de semana aconteceu em São Paulo a sexta edição da Virada Sustentável que propôs mostrar uma visão positiva e inspiradora sobre sustentabilidade , seus diferentes temas e o quanto tudo dentro do nosso ambiente está interligado.

No parque do Ibirapuera diversas tendas com programações variadas foram abertas ao público. Participei de dois workshops, que aconteceram na tenda Zen, o primeiro falava de DARMHA, palavra em sânscrito que no português podemos traduzir para propósito de vida. O pessoal do projeto YOUniversality bateu um papo super empolgante conosco a respeito do quanto podemos agir no aqui e agora em razão dos nossos sonhos. Para ilustrar o evento, a jornalista ambiental Karina Miotto foi convidada para contar sua incrível experiência de vida. Karina era uma jornalista que escrevia sobre tudo e ao se sentir frustrada decidiu transformar sua vida e se tornou fundadora do site Unimundo21 e do projeto Reconexão Amazônia que propõe conscientizar sobre a conexão existente entre a floresta e o ser humano.

O segundo evento foi oferecido pelo grupo Conexão in Company que super desafiador nos convidou a sair do comodismo e encarar a meditação ativa logo em seguida sentamos para praticar a meditação mais próxima do que conhecemos como tradicional e naquele momento, parar e respirar nos fez perceber a energia potente que corria por todas as extensões do nosso corpo. Seguindo fomos direcionados a pensar sobre o tema ‘O poder transformador das relações’ que incentivou a refletir sobre a importância de sabermos aproveitar os relacionamentos para o nosso crescimento e evolução além de valorizarmos as oportunidades de criar relações mais saudáveis em todos os ambientes que atuamos. Ao final nos unimos em um grande círculo e nos abraçamos, foi um sentimento único e coletivo.

Foi um dia lindo, repleto de seres do bem em busca de autoconhecimento, respeito, amor e conexão consigo, com o outro, com o ambiente e com a vida que é tudo isso junto. A grande lição que pude tirar desse dia é que tudo é um, desde o ser até a floresta e que é muito fácil se conectar, basta se abrir ao novo e buscar expandir sua consciência, espiritualidade e nunca se esquecer da prática, pois é por meio do agir que vivenciamos a experiência de que tudo que aprendemos pode ser real.

Gratidão!

Texto escrito por Bruna Brito.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s