Esse mundo tem jeito sim!

Quando falo esse slogan do Plante Amor, eu falo com a maior sinceridade e intensidade, pois isso foi o que sempre acreditei minha vida toda, mesmo quando via todas as coisas ruins que a televisão mostrava, eu insistia que não era possível que tínhamos só aquilo que nos era vendido.

Depois quando me formei em jornalismo, a palavra vendido começou a fazer ainda mais sentido em minha cabeça, pois o jornalismo em sua real essência vem para mostrar a verdade dos fatos, mas quando essa verdade vai de encontro com quem paga o veiculo de comunicação, ela pode ficar em segundo plano, aí já viu.

Uma mentira contada 1000 vezes torna-se uma verdade!

Sou contra o jornalismo? Não também. A faculdade só me deu mais forças para conhecer suas escolas, suas origens e ver que eu possa sim usar do jornalismo para o bem, pensei que se eu não concordava com aquilo, eu tinha que fazer diferente, mas esse pensamento foi um daqueles que ficam na cabeça num lugar quietinho, pois no momento, a gente não sabe direito o que fazer com aquilo.

Quando surgiu a ideia do projeto, as coisas começaram a fazer mais sentido, mas eu sentia muitas pessoas me achando sonhadora, afinal, como eu poderia falar que esse mundo tem jeito, quando nosso cenário político está um caos, quando ainda temos pessoas que morrem de fome, quando temos guerra por terra, por religião, pois é, eu não sou uma pessoa que não vê a realidade, muito pelo contrário.

Comecei então a me enxergar como parte dessa mudança e quando você é parte da mudança, você precisa mudar também, não adianta você querer igualdade, se você mesma da risadas de piadas machistas ou querer que alguém doe seus milhões para as pessoas que passam fome, se você nem as vê na rua quando passa por elas.

Quando você reclama de algo, você se coloca fora do problema, acredito que é um dos motivos que amamos uma reclamação, a reclamação por si só é uma atitude passiva de esperar que o outro e/ou a situação mude, enquanto eu continuo minha vida normalmente só reclamando.

Já quando você se olha como pessoa parte da mudança, você se coloca no centro do caos, muitas vezes, do seu próprio caos.

Acredito que a mudança individual gera mudanças no mundo, pois se eu faço coisas boas, você também e isso vira uma corrente (assistam A Corrente do Bem com Haley Joel Osment e Kevin Spacey).

Se você duvida que esse mundo tem jeito, olhe para todas as pessoas que te desejam o bem, procure fontes de notícias boas, além do que assistir as notícias somente em jornais tradicionais, seja grato ao acordar pela manhã, conheça projetos (sociais ou não) que estão mudando a realidade de diversos animais, pessoas e no mundo em geral.

E principalmente, olhe para suas atitudes, olhe para dentro de você e pense:

O que posso fazer para ser uma pessoa melhor HOJE?

No projeto Plante Amor, você encontrará lindas histórias, divulgação de projetos sociais para que você possa ajudar, mas saiba que o que mais eu desejo é que tudo isso te inspire em sua própria mudança individual, pois sei que quando isso transbordar você vai querer sim, levar sua mensagem para o mundo!

Você vai querer se integrar com coisas boas, com coisas que tenham haver com o que você sente e quer para sua vida.

Não vou te vender um mundo perfeito, pois como disse anteriormente, sei das nossas dificuldades, mas vou sim, tentar fazer com que você acredite e faça parte de um mundo melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *